Esportes radicais: 6 lugares para se aventurar

por Laryssa Xavier Compartilhe

Com tanta diversidade, o Brasil é um dos melhores lugares para praticar esportes radicais. De escaladas à voar de balão, não faltam opções de esportes para os viajantes mais aventureiros. Se você é do tipo de pessoa que adora se aventurar, conheça destinos brasileiros perfeitos para praticar diferentes esportes radicais.

1. Bonito, MS: Rapel

Esportes radicais

Praticar rapel é apenas um dos muitos esportes radicais que você pode fazer em Bonito, no Mato Grosso do Sul. O destino que atrai muitos turistas por suas piscinas naturais, também atrai pessoas interessadas em praticar esportes radicais – com paisagens incríveis, lá é possível encontrar rapel de até setenta e dois metros de altura.

No final, o prêmio é um passeio em um lago de oitenta metros de profundidade em Abismo de Anhumas. Mas é importante saber que para garantir a segurança, além do seguro viagem, é obrigatório fazer um treinamento de rapel até um dia antes do passeio.

2. Itacaré, BA: Surf

Esportes radicais Itacaré

Com paisagens para lá de paradisíacas, Itacaré, na Bahia, tem as melhores ondas para quem pratica surf – com tubulações ideais para manobras o ano inteiro. Na cidade também não faltam opções de esportes radicais: você pode passear de canoa, fazer arvorismo, rafting ou simplesmente pegar onda e aproveitar o destino nacional preferido dos surfistas.

3. Brotas, SP: Tirolesa

Esportes radicais Brotas

Para quem gosta de atravessar belas paisagem pendurado em um cabo de aço, em Brotas, São Paulo, você vai encontrar muitas opções. Com o título de “capital do turismo de aventura”, a atividade aparece dois tipos de tirolesa: a seca, que termina em terra e a molhada, que acaba com uma queda em um lago.

O esporte radical tem muitas opções de voos – o que faz com que quase todo mundo possa praticá-lo. O mais conhecido é o voo individual que é feito sentado, porém há também outros três tipos de voos que você pode fazer em Brotas: o voo duplo, com um parceiro, o voo canguru, ideal para ser praticado com filhos ou crianças e o voo individual frontal que é feito deitado dando ainda mais emoção ao passeio.

4. Foz do Iguaçu, PR: Rafting

Esportes radicais Foz do Iguaçu

Agora, para os fãs de esportes radicais aquáticos, não há nada como praticar rafting em Foz do Iguaçu, no Paraná. Uma boa escolha é começar o percurso perto das Cataratas, pois o cenário proporciona uma visão incrível.

Com os botes, remos e todos os equipamentos de segurança, quem se aventura na prática de rafting vai encontrar muitas quedas, corredeiras e trechos mais calmos que dá até para nadar.

5. Piracicaba, SP: Balonismo

Esportes radicais Piracicaba

Se você gosta de balonismo, o lugar perfeito para praticar o esporte é em Piracicaba, no interior de São Paulo, que recebe muitos balões que decolam de vários pontos do município. A opção é ideal para quem prefere esportes radicais mais tranquilos. Dá para aproveitar para marcar o passeio para comemorar datas especiais, ou até mesmo planejar um passeio romântico. Seja qual for o motivo, os voos duram cerca de uma hora.

6. Fernando de Noronha, PE: Mergulho

Esportes radicais Fernando de Noronha

Não dá para falar de esportes radicais sem citar Fernando de Noronha, em Pernambuco, onde você pode fazer mergulhos inesquecíveis. Além de ser considerado o melhor lugar para praticar mergulho no mundo, o parque marinho também é considerado o mais belo do Brasil.

A temperatura da água também é um ponto positivo, na faixa de 28°C, a visibilidade das águas vão até os 50 metros de profundidade, mas para quem não gosta de ir tão fundo, basta uma máscara e um tubo de respiração para ver os peixes próximos à superfície. Agora, se você é daqueles que gosta de mergulhos profundos, é só providenciar os cilindros para ter uma visão mais completa das muitas espécies de animais aquáticos.

Seguro viagem para a prática de esportes radicais

O seguro viagem para esportes que vai garantir sua segurança em caso de acidentes relacionados às práticas de esportes radicais – e o investimento é mínimo perto do preço das consultas médicas. Um seguro viagem nacional, por exemplo, custa em média R$5 por dia e o internacional, R$ 10.

Ao contratar o seguro viagem para esportes radicais, a dica é prestar atenção aos detalhes: confira se o plano cobre o esporte que você pretende praticar. Para ficar por dentro dessas informações, você deve ler a apólice com cuidado e atenção.

Você também pode entrar em contato com o nosso parceiro Seguros Promo, que além de ter os melhores preços do mercado, faz a comparação detalhada de até quatro planos diferentes.

Você também pode falar com os atendentes através de chat, telefone e e-mail caso você precise de ajuda para escolher o melhor seguro viagem para esportes radicais.

Quer saber mais sobre o seguro viagem com cobertura para esportes radicais? Confira nosso post com todas as vantagens de viajar segurado!

Leia também: