Guia de Viagem: O que fazer em Bangkok

por Priscyla Fideles Compartilhe

Vai visitar a capital da Tailândia mas ainda não sabe ao certo o que fazer em Bangkok? Não se preocupe, o que não vai faltar na cidade são atrações para ocupar seu tempo e te deixar completamente encantado pelo destino.

Passagens aéreas para Bangkok
ORIGEM
DESTINO
CIA AÉREA
IDA E VOLTA
PREÇO*

A grande quantidade de templos budistas, as barraquinhas de comida típica espalhadas pelas ruas, a cultura local e até as cores da cidade vão fazer com que você rapidamente caia de amores por esse lugar.

A cidade pode parecer caótica a primeira vista, mas apesar do trânsito ser bagunçado, com táxis, ônibus, bicicletas, carros, motos e os tuk tuks dividindo a rua, as pessoas costumam ser bem pacientes.

Além disso, aproveite para caminhar pela cidade, dependendo do lugar que escolher para ficar em Bangkok, vai ser fácil conhecer os principais pontos turísticos.

Onde fica Bangkok?

Localizada no delta do rio Chao Phraya, Bangkok a capital da Tailândia, é também a cidade mais populosa do país. Segundo a língua portuguesa, o correto seria chamar a cidade de Banquecoque, mas cá pra nós, Bangkok fica tão mais bonito, esteticamente falando, não é verdade?

A Tailândia tem um rei como um chefe de estado, o que faz de Bangkok o centro do poder no país. Apesar do alto custo das passagens aéreas para a Ásia, o custo de vida na cidade é baixo se comparado a outros centros turísticos como destinos europeus, por exemplo. É perfeitamente possível, comer bem, visitar os principais pontos turísticos e utilizar o transporte público, sem estourar seu orçamento.

O que fazer em Bangkok

Experimentar a verdadeira massagem tailandesa

O que fazer em Bangkok massagem tailandesa

Quem nunca ouviu falar das famosas massagens tailandesas que atire a primeira pedra, (mas pedras quentes, por favor). A massagem é considerada a única forma de terapia capaz de trabalhar ao mesmo tempo o corpo e mente.

Além disso, ela também pode incorporar alguns aspectos da Yoga, ou da acupressão, ajudando a aumentar a flexibilidade muscular e até mesmo das articulações. Poderosa, não é?

E que lugar melhor para experimentar essa terapia do que na própria Tailândia? Então, sim, pode colocar massagem na sua lista de o que fazer em Bangkok. No templo de Wat Pho está o SPA considerado um dos melhores para a prática, o preço é um pouco mais salgado, mas vale a pena.

No entanto, pela capital você vai encontrar diversos lugares que oferecem o serviço com a mesma qualidade e com um preço bem mais camarada.

Conhecer o templo Wat Pho e o famoso Buda reclinado

O que fazer em Bangkok Conhecer o templo Wat Pho e o famoso Buda reclinado

Provavelmente, os templos são os lugares mais mencionado quando a dúvida é o que fazer em Bangkok. Como já citamos antes, a capital tem vários deles. Caminhando pelas ruas, mesmo sem procurar, você com certeza vai cruzar com um algum em seu caminho.

Mas os mais importantes e imperdíveis são o Wat Pho, que abriga uma estátua gigante do Buda reclinado, e o Wat Phra Kaew, que é a antiga residência da família real.

Curtir a vida noturna na Khao San Road ou na Soi Cowboy

Curtir a vida noturna na Khao San Road ou na Soi Cowboy

A vida noturna em Bangkok é sempre muito agitada. Se você é o tipo de pessoa que não perde a oportunidade de curtir uma noitada, a capital tailandesa com certeza não vai te decepcionar.

A Khao San Road e a Soi Cowboy são duas das ruas mais conhecidas e badaladas da cidade. A primeira é conhecida como refúgio dos mochileiros, já que os preços de hospedagem no lugar costumam ser bem mais em conta que os demais.

Ambas as ruas ganham ainda mais vida durante a noite, repleta de barraquinhas que vendem de tudo um pouco, lojas, comércios e as famosas casa de massagem tailandesa.

Tem espetinho de escorpião pra quem quiser entrar no clima da gastronomia asiática, crepes pra quem quiser continuar no convencional, música, bares e muitas bugigangas. As mesinhas ocupam as ruas, e os visitantes e os locais, passam a noite super animados.

O ano novo na cidade também promete ser um dos melhores, tem festa rolando nas ruas durante toda a madrugada. O principal ponto de encontro é a praça Central World, que fica no centro da cidade. O evento é gratuito, mas existem diversas festas particulares que incluem as bebidas no valor do ingresso. É só se programar!

Dizer NÃO ao mercado que explora os elefantes

Dizer NÃO ao mercado que explora os elefantes

É fato que os elefantes são uma mega atração em todo o país. Mas o lado triste da história, que ninguém te conta, é a exploração e os maus tratos sofridos pelos animais que têm sustentado o mercado turístico tailandês.

A maioria dos animais usados para transportar os turistas e que ajudam a compor aquelas lindas e típicas fotos da Tailândia, vivem em condições muito sofridas. A dica portanto é: NÃO contribua com esse mercado!

Mas se você gosta de elefantes tanto quanto a gente aqui do Dicas, vai ficar feliz em saber que é possível tirar sua foto com os bichinhos de uma forma muito mais respeitosa.

São poucos, mas existem lugares no país que resgatam esses animais que eram maltratados em cidades grandes como Bangkok, cuidam deles e permitem a visita de turistas.

É o caso do Elephant Nature Park – que fica em Chiang Mai –, onde os visitantes além de interagir com os elefantes que circulam livremente pelo lugar, ainda podem ajudar a dar banho nos bichinhos.

Participar do festival das lanternas

Participar do festival das lanternas

Se você já viu a animação Enrolados, vai ficar impressionado ao descobrir que as lanternas flutuantes que são mostradas no filme, existem de verdade.

No desenho as lanternas são suspensas para saudar a princesa perdida, enquanto na Tailândia, as lanternas são usadas para homenagear Buda.

O evento acontece uma vez por ano, e a data só é anunciada semanas antes de acontecer. O Festival das Lanterna não entra necessariamente na lista de o que fazer em Bangkok, mas sim em Chiang Mai, uma cidade que fica a 1 hora de voo da capital. Mas se você já estiver de visita pelo país, vale a pena viver essa experiência única!

Fazer compras na Chinatown

Fazer compras na Chinatown

A Chinatown de Bangkok é um ótimo lugar para explorar a pé. Localizada na área central da capital, o lugar é conhecido pela venda de ouro, mas também tem muitas lojinhas, restaurantes e camelôs. Um ótimo lugar para comprar lembrancinhas de viagem e experimentar as comidas típicas e apimentadas do país.

Para quem quiser opções mais amplas, Bangkok possui inúmeros shoppings e mercados, para atender a todos os bolsos. Entre os principais, estão:

  • Chatuchak Weekend Market: um mercado que acontece aos fins de semana e tem mais de 15.000 barracas com produtos de diversos países. Incluindo comida, sapatos, roupas e acessórios.
  • MKB Shopping: para quem ama eletrônicos, tem GoPro, smartphones, lentes para câmera, entre muitas outras coisas.
  • Khao San Road: já falamos da rua, mas ela continua sendo uma ótima opção para quem quer comprar roupas por uma pechincha.

Qual a melhor época para visitar Bangkok?

A melhor época para visitar Bangkok segundo os locais, é o período que vai do final de Novembro até Fevereiro, quando a cidade está um pouco menos quente do que o habitual.

O menos agradável é entre o mês de março, até o final de maio, quando a cidade atinge o ápice do calor e os moradores ficam um pouco menos pacientes. O calor também vai dificultar suas caminhadas para conhecer a cidade. Portanto, é melhor evitar esses dias.

Quais os documentos necessários?

Os brasileiros têm uma vantagem para viajar à Bangkok, não é preciso visto para entrar na Tailândia em viagens a turismo ou a negócios de até 90 dias. São necessários apenas os seguintes documentos:

  • Passaporte com validade de até 6 meses depois da viagem;
  • Comprovante internacional de vacinação contra febre amarela

O comprovante de vacinação contra a febre amarela é essencial para dar entrada no país, sem ele, você corre o risco de ser deportado.

Quem, por motivos médicos, não puder tomar a vacina, deve obter um Certificado Internacional de Isenção de Vacinação, que você consegue com a Anvisa.

Não se esqueça também do Seguro Viagem, que apesar de não ser obrigatório, pode te livrar de uma enorme dor de cabeça caso precise de um atendimento médico e não saiba falar tailandês.

No nosso parceiro Seguros Promo, os leitores do Dicas tem direito a 10% de desconto, é só utilizar o cupom DICAS10.