Hospedagem – Airbnb ou hotel em Paris?

Uma dúvida recorrente entre os viajantes é sempre o lugar da hospedagem. A internet tem facilitado muito os serviços de reserva, uma vez que é possível pesquisar os melhores preços, a localização ideal e os serviços mais convenientes, além de possibilitar a pesquisa por opiniões de quem já se hospedou no lugar.

Sites como o Booking, TripAdvisor e Airbnb têm inovado e facilitado muito a vida do viajante. Os dois primeiros sites trabalham com reservas em hotéis, hostels, enquanto o Airbnb trabalha com reserva de acomodações particulares pelo mundo afora e já atende um número de 191 países, 34 mil cidades e mais de 60 milhões de hóspedes.

As opções vão das mais econômicas até as mais extravagantes. É possível encontrar diversas modalidades, como alugar apenas uma cama, um quarto, apartamento/casa, mansões e até mesmo castelos inteiros. Resumindo, tem opções para todos os bolsos e gostos.

Mas afinal, quais são os critérios utilizados para escolher entre reservar hospedagem no Airbnb ou hotel? Para ajudar a definir qual a melhor opção para sua viagem, fizemos um comparativo de uma viagem para Paris, do dia 15 de dezembro de 2017 a 31 de dezembro de 2017, com o preço para 1 viajante.

Uma breve situada sobre Paris

A cidade de Paris é dividida em 20 distritos que se apresentam no mapa em forma de caracol, além disso segue-se a seguinte lógica para facilitar a localização na cidade: quanto menor o número do distrito, mais próximo ele fica do centro. Consequentemente, quanto maior, mais distante.

Dentro desses distritos estão distribuídos cerca de 3 a 4 bairros, cada um atraindo um perfil de turista diferente. A região central da cidade luz, que abriga a maior parte dos pontos turísticos, possui preços mais altos que as demais regiões, como já era de se esperar.

Mas se a sua prioridade é a economia e não a localização, é possível encontrar boas opções com tarifas mais amenas nos distritos 10 e 11. Bairros como Saint Martin e Bastille estão em alta e vem atraindo cada vez mais turistas.

Os detalhes de cada opção de hospedagem

Vamos então aos critérios que podem ser utilizados para escolher o meio ideal para reservar sua hospedagem, quais as vantagens e desvantagens de cada um e como os modelos de hospedagem se encaixam para cada turista.

Tendo como base a data da viagem citada anteriormente (do dia 1 de dezembro a 15 de dezembro), pesquisamos por acomodações nas mesmas regiões da cidade, pelo Booking e pelo AirBNB.O primeiro apresentando opções de hotel, hostel e o segundo as acomodações particulares dos anfitriões cadastrados no site.

Pelo Booking, foi possível encontrar diversas opções de hotéis na região central de Paris, o valor final ficou entre 2 e 3 mil reais, variando entre hotéis e apartamentos – já calculando o valor total para os 14 dias, com a inclusão das taxas.

Hospedagem - Airbnb ou Hotel em Paris

É recomendado abusar dos filtros do booking para diminuir as opções, limitando somente ao que você realmente quer encontrar, ou o mais próximo disso. O site também oferece a opção de encontrar o hotel através do mapa (no link logo acima dos resultados de pesquisa), o que facilita muito pra quem se preocupa com a localização.

Filtrar pela faixa de preço também é uma opção. Basta delimitar um valor que você esteja disposto a pagar. Assim, são apresentadas as opções de hotéis disponíveis para o período desejado, dentro dos filtros escolhidos.

O AirBNB é um site ainda pouco utilizado pelos brasileiros, mas oferece um serviço que tem agradado muitos viajantes. Através do site é possível buscar por acomodações que se dividem em 3 modalidades:

  • (1) quarto compartilhado,
  • (2) quarto inteiro,
  • (3) casa inteira.

Os preços apresentados na imagem são de uma diária.

 Hospedagem - Airbnb em Paris

Os valores variam de acordo com a opção e região escolhida, neste caso usamos de exemplo a região central de Paris. O preço final das opções de casa inteira e quarto inteiro ficou bem parecido com os encontrados no Booking, já com a opção de quarto compartilhado é possível encontrar valores por menos da metade das demais opções. Cerca de R$900 pelas 14 diárias.

Em todas as opções, os hóspedes são recebidos pelos anfitriões que são avaliados pelo viajante no site, e o mesmo também pode ser avaliado pelo anfitrião no seu perfil, afinal, as pessoas cedem um quarto ou sua própria casa para receber os viajantes.

Vários filtros ficam disponíveis para limitar as opções, como filtrar por bairro, arrondissement (distrito), idioma do anfitrião, comodidades, instalações e tamanho da hospedagem. No site é possível encontrar inclusive guia dos bairros, escolher aquele que oferece exatamente o que você procura e delimitar a região para hospedagem de acordo com o seu perfil de turista.

Dentre as modalidades oferecidas pelo AirBNB, a mais econômica é a do quarto compartilhado (1) , onde o viajante paga por uma cama e divide quarto com outras pessoas. Ideal para quem deseja conhecer gente nova e fazer amizades durante a viagem.

A opção de quarto inteiro (2) é normalmente quando o anfitrião oferece um quarto dentro de sua própria casa para o viajante. Assim, você irá conviver diariamente com uma família ou morador local e ter uma experiência única como hóspede, podendo tirar dúvidas e pegar dicas de alguém que realmente conhece a cidade.

Para quem deseja ter uma experiência mais completa e passar o período da viagem como um verdadeiro morador, e até mesmo para quem está viajando em família, a opção de casa inteira (3) é a escolha certa. Além da liberdade de ter uma casa só pra você(s), será possível economizar com refeições pela cidade, já que você terá a opção de cozinhar sua própria comida.

A opção de hotel é perfeita para quem busca por praticidade, uma vez que a reserva em propriedades privadas pode ser um pouco mais burocrática. Para quem se preocupa com a comprovação de hospedagem para apresentar na imigração, o AirBNB oferece um comprovante de reserva que já é reconhecido pelo mundo.

Mas afinal, qual a melhor opção de hospedagem para mim?

Cada viajante tem suas peculiaridades, sua personalidade, e suas expectativas. Todos esses fatores devem ser levados em conta na hora de definir qual tipo de hospedagem irá atender melhor às suas necessidades.

Vale lembrar que as propostas dos dois sites são completamente distintas, o booking funciona com um buscador de hotéis/hostels, enquanto o AirBNB trás uma proposta nova, funcionando com um intermediador entre anfitrião e hóspede, conectando pessoas de todo o mundo.

Portanto, a melhor opção de hospedagem para você, vai depender do tipo de viagem que você planejou. Se deseja conhecer uma nova cultura a fundo ou viver como um morador local, vale a pena fazer sua reserva pelo AirBNB. Se você prefere a comodidade e a praticidade dos hotéis, é melhor se hospedar pelo booking.

Qualquer que seja sua escolha, não esqueça de conferir nossas dicas para sua viagem a Paris e aproveite a viagem da sua maneira. Ah, não se esqueça que o seguro viagem é obrigatório para Paris, você pode ler a respeito clicando no nosso link.

Quer ficar por dentro de todas as nossas dicas para viagem? Então não deixe de nos seguir nas redes sociais Facebook, Twitter e Google.

Antes de viajar compre o seguro viagem acesse o site Seguros Promo com o cupom de desconto DICAS10 e ganhe 10% de desconto, confira também essas 5 passagens com preços especiais que nos do Dicas separamos para você !

Passagens Aéreas Promocionais

SAO

São Paulo
29-11-2017

PAR

Paris
02-12-2017
a partir de

R$1.713

Tap

GRU

São Paulo
07-12-2017

PAR

Paris
26-12-2017
a partir de

R$1.942

Tap

GRU

São Paulo
01-03-2018

PAR

Paris
20-03-2018
a partir de

R$2.155

Alitalia

CWB

Curitiba
08-03-2018

PAR

Paris
29-03-2018
a partir de

R$2.155

Alitalia

CNF

Belo Horizonte
30-11-2017

PAR

Paris
21-02-2018
a partir de

R$2.280

Tap
* Os preços divulgados estão sujeitos à indisponibilidade e/ou alteração a qualquer momento. Taxas à incluir.

3 comentários em “Hospedagem – Airbnb ou hotel em Paris?

  • 26 de janeiro de 2017 em 21:13
    Permalink

    Quero informação de uma diária em quarto inteiro no Hospedagem – Airbnb ou hotel em Paris.

    Aguardo informações.

    Obrigada!

    Maria Carolina Amaral.

    Resposta
    • 27 de janeiro de 2017 em 09:54
      Permalink

      Ei Maria, obrigado por comentar aqui no “Dicas”. Os valores são bem dinâmicos e diferentes faixas de preços.

      O que indicamos para uma viagem a Paris é primeiro definir o local onde quer ficar, uma vez definido você consegue visualizar no mapa o que tem disponível para sua hospedagem.

      Use a ferramenta de filtros do próprio site do AirBnb para encontrar algo dentro de suas necessidades.
      Avalie cautelosamente o anfitrião (em irá alugar para você o local de estadia), veja os comentários, envie mensagem para ele e só feche quando estiver convicta e todas as dúvidas sanadas. É muito importante ser cautelosa neste processo ok?!

      Espeto ter podido ajudá-la.

      Resposta
  • Pingback: Dicas para sua viagem à Paris - Dicas para Viagens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Passagens com até 30% off!
Aproveite!
Ida e Volta
Somente Ida
De:
Para:
Ida:
Volta:
Passageiros:
Adultos
+ de 12 anos
Crianças
2 a 11 anos
Bebês
- de 24 meses