Dicas para Viagens

Dicas para viajar com bebês

por Priscyla Fideles Compartilhe

Toda viagem de avião requer seus cuidados, a compra das passagens, as documentações, organização das bagagens, etc. Mas quando se está voando com bebês, os cuidados devem ser redobrados. Mamães de primeira viagem ou mesmo as mais experientes, tem dúvidas e até receio diante de algumas situações. Vamos esclarecer então, algumas dúvidas recorrentes e dar dicas de como viajar tranquila com seu bebê.

A partir de qual idade é permitido viajar no avião?

qual idade é permitido viajar no avião

As companhias aéreas permite o embarque de bebês a partir do 7º dia de vida, mas o recomendado pelos pediatras é esperar para voar com o bebê a partir de seu 3º mês, consulte antes o médico do seu bebê. Nesse período o sistema imunológico dele já estará mais forte e menos suscetível a contrair possíveis infecções durante o voo.

Documentação

Fique atenta a documentação necessária para voar com seu bebê, para voos domésticos é necessário a certidão de nascimento, ou identidade do bebê, caso tenha. Se você estiver voando sozinha com seu bebê para o exterior, será necessário um passaporte e a autorização, concedida pela polícia federal, do pai da criança que não estará presente.

Bebês pagam pela passagem aérea?

Segundo a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), as companhias aéreas podem cobrar passagem de bebês que possuem menos de 2 anos de idade, desde que esse valor não seja superior a 10% do valor da passagem para um adulto, contando que o bebê não ocupe um assento, vá no colo dos pais.

Já os maiores de 2 anos, devem ocupar um assento, consequentemente, será cobrada uma tarifa, o valor é razoavelmente menor do que o custo de uma passagem para adultos, com descontos que podem chegar em até 50% dependendo da companhia aérea.

O voo causa mal estar ao bebê?

A pressão dentro do avião pode sim causar um desconforto para o bebê e até para adultos mesmo. Por esse motivo recomenda-se evitar líquidos gasosos antes da viagem.

Manter a calma caso o filho(a) chorar durante o voo pode ajudar muito no processo adaptação.

Os pequenos geralmente sentem dor de ouvido no momento da decolagem e aterrissagem, uma dica de ouro é dar a mamadeira ou amamentar o bebê nesses momentos, pois o movimento de sucção ajuda a diminuir as dores de ouvido e até aliviar a pressão.

O que devo levar na bagagem de mão?

Leve as mamadeiras e itens necessários para a alimentação do bebê. Não se esqueça de remédios para febre ou outros que você use com frequência, mas apenas a quantidade necessária para o voo, o restante deverá ser despachado.

Leve mudas de roupa para o bebê também, além de fraldas e objetos para distração do pequeno, como mordedores e ursinhos de pelúcia, se for maiorzinho, você pode abusar dos livros, filmes digitais e até mesmo joguinhos que podem ser baixados através do celular ou tablet.

O que devo despachar?

Mesmo com um bebê, sua franquia de bagagem continua a mesma, sem aumento. Portanto se pretende despachar objetos como carrinhos e berços, de preferência aos mais leves, dobráveis, que serão mais fáceis de transportar no desembarque e não irão comprometer o limite de peso das demais bagagens. É claro que você pode extrapolar a bagagem e pagar por ela, mas é importante ter previamente essa informação.

Alimentação e rotina

Mesmo dentro do avião, a rotina do bebê deve permanecer a mesma, a alimentação, amamentação (se houver) e troca de fraldas devem seguir a mesma frequência habitual. Algumas companhias oferecem comida para bebês, mas é necessário solicitar o serviço com até 48 horas de antecedência do seu vôo. (Consulte a sua companhia para mais informações).

Por precaução, leve sempre mamadeiras vazias, caso seja oferecido suco ou água durante a viagem. O embarque de alimentos para bebês é permitido pelas companhias, desde que seja apenas a quantidade necessária para o período da viagem.

Por isso, leve os ingredientes para preparar a mamadeira, como água já fervida, e o leite artificial. Leve as papinhas já preparadas. E tente não amamentar além da conta, pois o excesso de leite pode causar desconforto ao bebê e consequentemente, choro.

Segurança ao viajar com bebês

 Segurança ao viajar com bebês

As companhias aéreas possuem diferentes regras sobre o transporte de crianças. Algumas permitem que elas sejam transportadas no bebê conforto, desde que ele esteja preso corretamente ao cinto de segurança, em um banco reservado somente para ela. Não é recomendado levar a criança no colo.

Para ficar mais tranquilo, procure viajar sempre assegurado, assim, caso você ou o seu filho precise de qualquer atendimento médico de urgência ou emergência, estarão cobertos dentro do valor contratado. Acesse o Seguros Promo e confira os melhores preços da internet. Utilizando o cupom DICAS10 você ainda consegue 10% de desconto.