Trabalhar no exterior: países que aceitam brasileiros

por Matheus Santos Urias Compartilhe

Morar fora do país faz parte dos sonhos de muitos brasileiros por aí. Mas, para quem não possui condiçõe$ de investir em uma vida lá fora, trabalhar no exterior pode ser uma boa alternativa.

Felizmente, brasileiros possuem a oportunidade de trabalhar no exterior através de cursos de intercâmbio e o chamado visto de trabalho. Quer saber mais? Continue lendo e veja alguns destinos para trabalhar no exterior:

Para trabalhar no exterior é preciso um Visto de Trabalho

Além dos cursos de intercâmbio que oferecem a possibilidade de trabalhar no exterior, para conseguir um emprego – legalmente – em outros países é preciso tirar um visto específico para um trabalho remunerado.

A solicitação do visto pode ser feita por meio do correio para o consulado do país em que deseja trabalhar e/ou no consulado do país aqui no Brasil, obtendo todos os documentos necessários em mãos.

O visto de trabalho nada mais é que uma permissão para trabalhar no exterior. Para conseguir ele é preciso:

  • Obter a proposta de uma empresa estrangeira ou contrato assinado
  • É essencial ser fluente no idioma do país em questão
  • Não ter antecedentes criminais facilita INFINITAMENTE o processo
  • Países para trabalhar no exterior

    Trabalhar no exterior não é uma tarefa tão simples, mas em alguns países pode ser um pouquinho mais “fácil” conseguir a permissão de trabalho. Veja alguns países para trabalhar no exterior:

    Trabalhar em Portugal

    trabalhar no exterior

    Se não possui cidadania portuguesa, para trabalhar em Portugal será necessário tirar um visto de trabalho. O primeiro passo para conseguir o visto é procurar um emprego – é muito mais fácil obtê-lo com a garantia de trabalho no exterior.

    Depois de conseguir um emprego, você deve procurar o SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras) ou o Consulado de Portugal para solicitar o visto para trabalhar no exterior.

    A espera não é tão longa e o visto vem com uma validade em torno de 2-3 anos de permissão para trabalhar no país. Após o prazo, é possível renovar a permissão ou solicitar permanência definitiva.

    Trabalhar na Nova Zelândia

    trabalhar no exterior

    A Nova Zelândia é um dos países que mais oferecem oportunidades para trabalhar no exterior. Matriculando-se em qualquer curso de intercâmbio com duração superior a 14 semanas, é possível conseguir um visto de estudante e trabalhar por até 20 horas semanais.

    Após o curso, você pode conseguir um emprego e adquirir um visto pós-estudo para continuar trabalhando no país por mais 2 anos.

    Outra forma de conseguir trabalhar na Nova Zelândia é sendo transferido para uma filial no país ou adquirindo um novo contrato com uma empresa por lá. Após a garantia de trabalho no país, será necessário solicitar um visto de trabalho. A validade do visto dependerá do período de contrato da empresa contratante.

    Trabalhar na Austrália

    Trabalhar no exterior

    Além da cidadania australiana, o modo mais simples para conseguir trabalho na Austrália é se inscrevendo em um curso de intercâmbio. O visto de estudante permite que você estude e trabalhe ao mesmo tempo.

    Para trabalhar dessa assim na Austrália funciona da mesma forma que na Nova Zelândia: o curso precisa ter duração superior a 14 semanas para poder trabalhar até 20 horas semanais.

    Trabalhar no Chile

    trabalhar no exterior

    Apesar de não exigir passaporte para visitar o país, para trabalhar no Chile é preciso ter um visto de trabalho. Mas não desanima não – o processo não é tão burocrático. A resposta de permissão de trabalho é muito mais rápida do que para países da Europa, por exemplo.

    Para tirar o visto é preciso provar que o imigrante conseguiu realmente um emprego no país, tendo sido transferido da filial brasileira para uma chilena, ou conseguir um novo contrato no país.

    Também é cobrado para conseguir a permissão de trabalho:

    • Passaporte com mais de 6 meses de validade
    • Tarjeta de turismo (um documento que te dão na fronteira quando você entra no Chile)
    • Trabalhar no Canadá

      trabalhar no exterior

      O Canadá também está na lista de países onde trabalhar no exterior pode ser bem simples. Como em outros destinos, o modo mais fácil de conseguir trabalhar no Canadá é passando por um curso de intercâmbio, podendo trabalhar até 20 horas semanais.

      Após o curso, o estudante pode trabalhar no país por até 3 anos e posteriormente solicitar permanência definitiva.

      Outra maneira de trabalhar no Canadá é sendo contratado por uma empresa canadense e solicitar um visto de trabalho. O visto de trabalho será aprovado após a confirmação de que a vaga disponível não poderá ser preenchida por um cidadão canadense.

      Viaje o mundo de graça através de trabalho voluntário! Além de ajudar pessoas ou causas, de quebra você ainda vive uma experiência única conhecendo o mundão afora. Saiba como se voluntariar!