voo

Você sabe qual a diferença entre conexão e escala?

por Rodrigo Compartilhe

Muita gente faz confusão na hora de comprar passagens aéreas por não saber a diferença entre conexão e escala. Aliás, quais cuidados devemos ter quando compramos passagens para um voo com conexão e/ou escalas?

Se inteirar sobre os tipos de voos disponíveis no mercado pode economizar tempo e ajudar muito durante a sua viagem.

Para te auxiliar antes e durante a sua próxima viagem, o DPV preparou um conteúdo quentinho para te informar sobre a diferença entre conexão e escala. Olha só:

Veja qual a diferença entre conexão e escala!

É importante ficar ciente da diferença entre conexão e escala para que não haja confusão durante o trajeto para seu destino.

  • Em voos com conexão é necessário desembarcar durante o trajeto em outra cidade e continuar o trajeto em outra aeronave até o destino final.
  • Em voos com escala o avião poderá fazer uma ou mais paradas durante o trajeto para abastecer e/ou embarcar novos passageiros, mas não há necessidade de trocar de aeronave e realizar novo check-in até o destino final.

A diferença entre conexão e escala é basicamente a necessidade de sair ou não da aeronave. Em uma conexão é necessário que o passageiro faça o check-in antes de cada embarque até o destino final.

Leia também:

Atenção para conexões e escalas em voos internacionais

diferença entre conexão e escala

Em alguns países é exigido a obtenção de um visto de trânsito para realizar a escala ou conexão do aeroporto. Os documentos necessários são responsabilidade inteiramente do passageiro e a ausência do visto de trânsito pode ocasionar a não continuação da sua viagem, sendo obrigado voltar para seu país de origem.

Quanto às exigências do visto de trânsito, não há diferença entre conexão e escala. As regras para a obtenção do visto é obrigatória para ambos os tipos de voos.

Vale lembrar que o visto de trânsito não permite a circulação do passageiro fora do aeroporto. O documento é válido apenas para o período de conexão e escala.

Se você já possui um visto de turismo para o país onde será realizada a escala ou conexão, não é necessário a solicitação de um visto de trânsito. Neste caso é permitido o trânsito livre para turismo no país durante a espera para o embarque de conexão.

Seu voo tem conexões no trajeto? Veja algumas dicas

A necessidade do desembarque em cada parada torna a diferença entre conexão e escala um pouco mais nítida e, até complicada para alguns. Mas não se preocupe, há dicas incríveis para garantir que nada dê errado durante a sua conexão.

  • Fique atento no tempo entre uma conexão e outra, o ideal é que haja um espaço de pelo menos 1 hora entre o desembarque e embarque para que não seja corrido.
  • Não esqueça a bagagem de mão no avião! A equipe da companhia aérea ficará responsável pela transferência de sua bagagem despachada para a outra aeronave, mas a bagagem de mão é responsabilidade sua. Por isso, fique atento!
  • Se houver alguma dúvida sobre o próximo voo, peça ajuda à um agente de portão para lhe orientar sobre os detalhes da conexão. Geralmente, os agentes ficam em pé após o portão de saída e estão prontos para te auxiliar.
  • Se o tempo entre seu voo e a conexão for muito curto, contate a companhia aérea e solicite que te coloquem no próximo voo para o destino. É responsabilidade deles que a sua chegada no destino final seja concluída.

O que fazer em conexões longas?

Geralmente, conexões e escalas são realizadas em aeroportos de grande porte, o que significa uma lista extensa de serviços e locais para explorar dentro do próprio aeroporto.

Muitos aeroportos oferecem instalações com refeições e chuveiros, além de pequenos hotéis para as conexões ainda mais longas. Mas vale lembrar que essas instalações não costumam ser muito baratas, então pense direitinho se não prefere esperar sentado a sua próxima conexão.

Há também àqueles passageiros que compram suas passagens aéreas com conexões longas para aproveitar e conhecer o destino de parada. Essa prática é chamada de stopover.

É aconselhável que este tipo de conexão seja feita com uma parada com mais de 24h para voos internacionais e mais de 6h para destinos internacionais.

Mas para isso, se organize com antecedência, e se seu voo for internacional, lembre-se que o visto de trânsito só permite transitar no aeroporto. Se quer passear pela cidade, providencie um visto normal.

É necessário despachar a bagagem de novo em conexões?

Na maioria das vezes, a bagagem é despachada no primeiro voo e recuperada no destino final. A companhia é encarregada de transportar sua mala de uma aeronave para outra.

Por isso, se certifique de levar todos os itens de primeira necessidade em sua bagagem de mão, principalmente se a conexão será longa.

Importante ressaltar que são nesses casos de conexão que acontecem o extravio de bagagem, por isso, contrate um seguro viagem para garantir mais tranquilidade caso aconteça. Além de oferecer coberturas que auxiliam no reembolso de bagagem extraviada ou danificada, a seguradora ajuda na localização da sua mala.

Use o cupom DICAS10 no site Seguros Promo e garanta 10% de desconto em qualquer plano de seguro viagem.

Saiba quando comprar suas passagens aéreas!

Alguns dizem que comprar com antecedência garante menor preço, outros dizem que a madrugada é repleta de promoções, mas afinal, existe hora certa para comprar passagens aéreas? O DPV te responde, leia aqui!