Saiba tudo sobre compras nos EUA

por Rodrigo Compartilhe

Fazer compras nos EUA sempre foi um dos principais motivos de brasileiros visitarem a terra do Tio Sam, aliás, quem não quer conseguir aquele celular top de linha por um preço bem camarada?

Mas o que alguns viajantes desconhecem são as condições de compras nos EUA. Para aproveitar a viagem e trazer aquele montão de presentes é importante estar por dentro das condições de compras nos EUA impostas pela Receita Federal.

Saiba tudo sobre como fazer compras nos EUA!

Qual é o limite de compras nos EUA?

A Receita Federal estabeleceu que cada viajante tem o direito de trazer o máximo de US$ 500 de itens comprados nos Estados Unidos, tendo objetos de uso pessoal não incluídos nessa cota.

A cota de US$ 500 é por pessoa, incluindo crianças e idosos, e vale ressaltar que o controle de itens tragos dos EUA é muito rígido. Os itens de compra devem ser condizentes com a pessoa que o declara, ou seja, não é permitido uma criança de 1 ano trazer roupas que não condizem com seu tamanho e/ou eletrônicos que não possa utilizar, por exemplo.

Veja quais itens são isentos da cota de compras nos EUA

Como dito ali em cima, itens de uso pessoal são isentos da cota de compras nos EUA. Entre a lista de itens pessoais isentos de taxa de compra estão:

  • 1 câmera fotográfica
  • 1 smartphone
  • 1 relógio

Mas tem um pequeno detalhe, os itens citados acima só serão isentos da cota de compras nos EUA se já estiverem em uso, ou seja, fora da caixa e já ativados.

Por isso, se pretende comprar um celular, câmera ou relógio no exterior, deixe o produto antigo no Brasil ou abandona nos Estados Unidos mesmo. Caso o contrário, o produto será cobrado na cota de compras nos EUA, podendo pagar imposto se exceder o limite.

Outra observação muito importante é que notebooks e tablets não são considerados itens de uso pessoal pela Receita Federal, então se pretende comprar esses produtos nos Estados Unidos, tenha em mente que será cobrado imposto de compra em cima dos itens.

Compras nos EUA de roupas e livros

compras nos EUA

Como os itens citados acima, roupas e livros também são considerados como itens pessoais pela Receita Federal – assim como calçados, bolsas e acessórios – mas não possuem um limite de quantidade para compras nos EUA.

Apesar de não possuir limite de quantidade, é preciso bom senso para não acabar excedendo o limite de US$ 500. Trazer alguns livros e peças de vestuário na mala não é nenhum crime, mas encher uma mala inteira com itens novos e repetidos é meio suspeito, não acham?

Por isso, temos uma dica simples para não passar aperto na alfândega: retire as etiquetas e lacres dos itens de compras nos EUA, assim não haverá nenhum mal entendido durante a vistoria.

O que fazer se eu exceder o limite de compras?

Caso exceda a cota de US$ 500 em compras nos EUA (o que é muito frequente), recomendo preencher e entregar a Declaração Eletrônica de Bens de Viajantes (e-DBV). Declarando as compras, você paga apenas 50% de imposto sobre os itens que excederem a cota.

É MUITO importante ficar atento aos itens que excederem a cota de compras nos EUA, caso eles não sejam declarados na alfândega e sejam pegos na vistoria você vai pagar 100% de imposto sobre o excedente da cota de US$ 500.

O pagamento é feito apenas em cartão de débito ou cheque, cartões de crédito não são aceitos.

É permitido trazer presentes do exterior?

Uma das dúvidas mais frequentes sobre fazer compras nos EUA é a possibilidade de trazer presentes de viagem. Sobre os presentes a regra é exatamente igual, caso você queira presentear ou trazer algum item para amigos e/ou família, é bom saber que muito provavelmente este item será cobrado na cota de US$ 500 estabelecido pela Receita Federal.

Qual é o limite de compras nas free shops?

Não há limites de compras nas free shops, tanto durante a ida para o destino quanto na volta, é permitido comprar o quanto você quiser (YEEEYY). Porém, tudo que for comprado na ida, inclusive as compras no duty-free do aeroporto em que você embarcar no Brasil, será contabilizado dentro da cota de US$ 500.

Por isso, planeje o que pretende comprar durante a viagem e mantenha seus cálculos atualizados para que não precise pagar o imposto de compras nos EUA.

Durante a volta dos Estados Unidos, é permitido comprar mais um adicional de US$ 500 no free shop do aeroporto que você desembarcar no Brasil. É permitido comprar produtos eletrônicos também, sendo eles de uso pessoal ou não.

Saiba como tirar o visto americano!

compras nos EUA

Se você está planejando sua primeira viagem para os Estados Unidos, você deveria saber sobre como tirar o visto americano e as novas regras regulamentadas pela Receita Federal, saiba tudo sobre o assunto clicando aqui.