Viagem de moto: cuidados antes de pegar a estrada

Para alguns viajantes, nem mesmo o conforto e rapidez das viagens de avião são o suficientes para competir com a sensação prazerosa de pegar a estrada em uma viagem de moto. Uma viagem sob duas rodas depende de tanto planejamento quanto qualquer outra, no entanto, com um pouco mais de atenção após um longo dia na estrada, com o motociclista cansado e as estradas brasileiras cada vez mais mal conservadas. Para evitar maiores problemas, confira, abaixo, algumas dicas que podem ajudá-lo a chegar ao seu destino final em segurança.

Revisão na moto

A revisão da moto é o aspecto mais importante da viagem. É válido analisar alguns elementos para não ser surpreendido para o lado negativo durante o caminho. O sistema de iluminação, por exemplo, farol, setas e lanterna, são os aparelhos utilizados por você para que os demais veículos te vejam na pista. Sendo assim, certificar que eles estejam funcionando é questão de segurança.

O sistema de transmissão da motocicleta também merece atenção especial. Não se esqueça de pedir para verificarem a folga da corrente e, caso esteja precisando, lubrificá-la. Outro ponto importante são as pastilhas de freio, teste-as antes de pegar a estrada e, em caso de desgaste, troque-as antes para evitar maiores prejuízos.

Não esqueça de calibrar os pneus. Todos os aspectos interferem na calibragem dos seus pneus: é apenas você ou serão duas pessoas? Você levará bagagem? Depois de tudo isso planejado, leve sua moto para calibrar e evitar danos aos seus pneus durante a viagem e, em alguns casos, até mesmo acidentes. Aproveite para dar uma olhada na buzina, outro fator importante na hora de cair na estrada.

Pneus

É importante lembrar que, diferente do que muita gente pensa, pneus totalmente novos não são os ideais para uma viagem. Isso porque esses pneus vem com uma camada escorregadia que pode provocar acidentes, para a retirada dessa camada de proteção, o motociclista deve pilotar alguns quilômetros antes para desgastar aos poucos o pneu.

Em caso de pneus velhos, é importante procurar por cortes ou objetos encravados no mesmo. Em todos os casos, procurar um borracheiro é a melhor opção. Não esqueça de levar com você um kit de ferramentas também, pois imprevistos acontecem. Outra dica válida é analisar sua rota antes de sair de casa e ter em mãos endereços e números de borracheiros.

Combustível

Pesquise possíveis pontos de parada para abastecimento durante seu trajeto e aproveite-as para completar o tanque de combustível e evitar ficar sem gasolina durante o caminho. Escolha bons lugares para evitar a famosa gasolina “batizada”. Dependendo do tipo da sua moto, você pode optar também por usar um filtro suplementar, que reduz os efeitos da gasolina ruim.

Equipamentos e roupa

Seja qual for a distância, equipamentos são fundamentais para motociclistas amenizarem ferimentos em caso de possíveis acidentes. O capacete, por exemplo, é um equipamento obrigatório para quem dirige sob duas rodas. É previsto por lei que tanto o motociclista quanto o carona use o aparelho de segurança para evitar fraturas na região do crânio. No entanto, para que o equipamento exerça sua função, deve-se se atentar para as medidas corretas de encaixe.

A proteção dos membros inferiores também é importante para os motociclistas. As botas, por exemplo, são equipamentos que protegem das baixas temperaturas, ventos e umidade, além de ajudar no momento de acionar os pedais da motocicleta.

Atenção especial à roupa é fundamental, pois é ela que protege o viajante das mudanças climáticas e de possíveis fraturas em caso de quedas ou acidentes. As luvas, por exemplo, são fundamentais para proteção das mãos, responsáveis por pilotar a moto. Jaquetas também são responsáveis por garantir a proteção do motociclista, tanto das baixas temperaturas quanto de possíveis contatos da pele com o chão.

Atenção: não esqueça a capa de chuva.

Bagagens

Quanto menos bagagens você puder levar, melhor. Agora, caso sua moto possua bagageiros, malas laterais, bolsa de tanques e etc, tudo estará mais fácil. A opção mais válida são os elásticos com ganchos, que poderão fixar sua bagagem na parte traseira da motocicleta. Lembre-se que a bagagem deve estar bem fixa à moto, pois cargas frouxas podem causar variações de pesos e alterar a movimentação da motocicleta.

Previsão do tempo

Lembre-se de pesquisar as condições climáticas antes de cair na estrada. Sites e aplicativos podem ser úteis no momento que precisamos saber a previsão do tempo em determinada região. Então, pesquise informações detalhadas como se vai chover, a velocidade dos ventos, a temperatura e umidade prevista para as horas em que você estará na estrada.

Mesmo que não tenha previsão para temporais, não esqueça de levar sua capa de chuva, lembre-se que mudanças climáticas podem acontecer e você não deseja ser pego desprevenido. Em caso de chuvas, diminua a velocidade. São nos primeiros minutos que ocorrem os acidentes, pois resíduos como óleos misturam-se com a água no solo.

Dicas:

  • Evite viagens noturnas. Se possível, faça paradas durante a noite para descanso após um longo dia de pilotagem. Não sendo possível, redobre a atenção para evitar acidentes e manter-se em segurança.
  • Fique atento com poças de água e óleo na pista, eles podem comprometer com a estabilidade da motocicleta. Além disso, redobre a atenção com os buracos e instabilidades  na estrada.
  • A quantidade de paradas feitas é decidida por você, mas, no geral, decida um padrão a ser seguido e mantenha-o. Uma parada a cada 200 km, por exemplo, reduz a probabilidade que o motociclista conduza cansado.
  • Em viagens em grupo, realize paradas em conjunto. Quando um motociclista precisar abastecer, por exemplo, todos devem parar para evitar que algum membro do grupo fique para trás.

Antes de viajar compre o seguro viagem acesse o site Seguros Promo com o cupom de desconto DICAS10 e ganhe 10% de desconto  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Passagens com até 30% off!
Aproveite!
Ida e Volta
Somente Ida
De:
Para:
Ida:
Volta:
Passageiros:
Adultos
+ de 12 anos
Crianças
2 a 11 anos
Bebês
- de 24 meses